quarta-feira, 16 de novembro de 2011

Se um cachorro fosse professor, você aprenderia coisas assim:

Quando alguém que você ama chega em casa, corra ao seu encontro.
Nunca perca uma oportunidade de ir passear.
Permita-se experimentar o ar fresco do vento no seu rosto.
Mostre aos outros que estão invadindo o seu território.
Tire uma sonequinha no meio do dia e espreguice antes de levantar.
Corra, pule e brinque todos os dias.
Tente se dar bem com o próximo e deixe as pessoas te tocarem.
Não morda quando um simples rosnado resolve a situação.
Em dias quentes, pare e role na grama, beba bastante líquidos e deite debaixo da sombra de uma árvore.
Quando você estiver feliz, dance e balance todo o seu corpo.
Não importa quantas vezes o outro te magoa, não se sinta culpado...volte e faça as pazes novamente.
Aproveite o prazer de uma longa caminhada.
Se alimente com gosto e entusiasmo.
Coma só o suficiente.
Seja leal.
Nunca pretenda ser o que você não é.
E o MAIS importante de tudo....
Quando alguém estiver nervoso ou triste, fique em silêncio, fique por perto e mostre que você está ali para confortar.

E NÓS PRECISAMOS APRENDER ISTO COM UM ANIMAL QUE DIZEM SER IRRACIONAL!!!!



*  O QUE FAZER COM ALGUÉM ASSIM?


Um rottweiler foi amarrado ao carro do dono e arrastado por quarteirões na quarta-feira (2), em Piracicaba (160 km de São Paulo). O animal, que perdeu muito sangue, passa por cirurgia na tarde desta quinta-feira e pode ter de amputar uma pata.
A presidente da ONG Vira-Lata Vira-Vida, Miriam Miranda, afirmou que moradores da região conseguiram parar o carro para avisar o motorista, achando que o animal tinha caído. O homem, que ainda não foi identificado pela polícia e dirigia o carro de uma empresa, disse, segundo Miranda, que era o dono e não queria mais o animal.
"Ele estava determinado a só parar quando matasse o cão. As pessoas reagiram para não deixar, ele desamarrou o animal e fugiu", disse Miranda. O rottweiler recebeu os primeiros atendimentos no Centro de Controle de Zoonozes da cidade, mas ficará sob a guarda da ONG até se recuperar. 
Morreu na noite desta terça-feira (15) o rottweiler Lobo, que havia sido arrastado preso ao carro do dono por vários quarteirões, no último dia 2, em Piracicaba (160 km de São Paulo). 

Nenhum comentário:

Postar um comentário